quinta-feira, 9 de outubro de 2014

MALAWI: UM DESAFIO AFRICANO!

D
os dias 10 a 17 de julho, eu, o Pr. Alcindo e o Erick, tivemos a experiência de realizar uma viagem missionária na República do Malawi, pais localizado na África Oriental. Nestes dias tivemos a oportunidade de conhecer a cidade de Blantyre que é capital financeira do país é observar fortes contrastes de uma minoria mais abastada e uma maioria pobre. Visitamos alguns vilarejos juntamente com os pastores Marcos e Israel (pastores da região). Nestas visitas apresentamos o “filme Jesus” na língua “Chichewa” num telão improvisado em campo aberto. O filme foi apresentado em dois vilarejos como uma participação de pelo menos 480 pessoas em cada evento. Pregamos o evangelho, oramos pelos enfermos, entregamos roupas para as comunidades carentes, e além disto tivemos a oportunidade de conhecer alguns obreiros da região.
          Em suma, foi uma experiência muito rica, que nos sensibilizou a perceber a miséria de um povo, e a urgência do evangelho ser pregado de forma integral nesta região. O Malawi é um país do sul da África, que segundo a ONU, é um dos mais pobres do mundo. O Malawi está numa das posições mais baixas do IDH  (Índice de Desenvolvimento Humano) e segundo dados da Visão Mundial, cerca de 14% da população está infectada pelo vírus da AIDS, a expectativa de vida é de 39 anos o que tem causado uma grande população de órfãos, a estimativa é de que a nação tenha aproximadamente 550.000.
A água potável é um nutriente indispensável para o ser humano, mas neste país a maioria das pessoas não tem acesso a ela, muitas comunidades bebem uma água poluída, consequentemente contraem bactérias, vírus e parasitas, principalmente as crianças.
Aproximadamente há 1,2 milhão de crianças órfãs, a maioria perdeu pai, mãe, avós e tios por causa do número gigantesco de pessoas infectadas pela AIDS e outras doenças. Muitas crianças lutam pela sobrevivência, porque não possuem uma alimentação saudável, roupas, casa, escola, assistência médica ou até mesmo a presença de um adulto para cuidar delas. Para se ter uma ideia, para cada 65.000 habitantes se tem um médico. A taxa de mortalidade infantil é de 20%; 70%  do país vive abaixo da linha da pobreza, com uma inflação de 37,5%.
          O Malawi tem aproximadamente 80% de cristãos (católicos e protestantes), mas, a miséria e a falta de infra-estrutura básica faz com que a Igreja de Jesus não reflita as transformações num âmbito mais integral, que é a natureza do Evangelho. Sendo assim, entendemos que urge uma ação da igreja brasileira para ajudar a igreja local naquele país.

          Ore pelo Malawi e pelos países que sofrem com a fome do corpo e da alma. Ore para que Deus levante mais obreiros nativos que preguem o evangelho com poder e autoridade. Ore para que Deus levante recursos materiais e humanos para o crescimento desta obra. A Missão Integral é um belo desafio para este contexto africano tão carente do evangelho e do poder de Deus. Que Deus nos ajude a cumprir o mandato da grande comissão aqui e nos confins da Terra. Hoje a noite trarei mais relatos para os irmãos da experiência da viagem, e informações de como podemos ajudar esta gente por meio da igreja que ali se reúne.

Rev. Gilberto Pires de Moraes